data

21

12

2017

21/12/2017

fazendo as malas, Viagem

Faltam 4 dias | Mala de inverno para brasileiros: aquele inverno pesado mesmo

por Ana Carolina
Viagem

Faltam 4 dias | Mala de inverno para brasileiros: aquele inverno pesado mesmo

por Ana Carolina

Se você quer ver um brasileiro sofrer, é só colocá-lo para fazer as malas para o inverno do hemisfério norte. Aquele de filme, sabe? Não dá para culpar, sofremos até para viajar no país com o nosso clima maluco.

É bem fácil encontrar sugestões do que levar pela internet, mas poucas são adaptadas para a gente, que costuma sentir muito mais frio por estarmos desacostumados com o clima.
Tem muita gente que diz que as roupas do Brasil não aguentam o inverno no exterior, aguentam sim, mas é importante escolher bons materiais e saber se vestir. É claro que se você tiver a chance de comprar fora, peças de boa qualidade saem muito mais baratas.

Como já viajei bastante (e passei muito frio por aí) conheço bem minhas necessidades e fiz uma lista do que é essencial. Notem que são poucas peças, se você tiver chance de lavar no meio da viagem, o que coloquei aí é suficiente para uma viagem longa.

Lembre-se, nunca está frio demais, as roupas é que não estão adequadas.

Mala de inverno para brasileiros

1. Partes de cima

Blusas de manga longa com tecido respirável, pois o suor gela o corpo. Cuidado com o algodão, ele pode ser o suficiente no nosso inverno, mas não é adequado para temperaturas muito baixas.
Outra dica é levar uma blusa térmica ou segunda pele. Dá pra usar todos os dias por baixo de uma camiseta de manga longa.

2. Calças

Duas são o suficiente para não pesar na mala. Prefira lavagens escuras, pois dá para repetir bastante. Além de sujar menos, não se destacam em fotos e ninguém vai dizer que você usou a mesma roupa todos os dias (embora isso não seja um problema). Se você é sensível ao frio, existe calça térmica para usar por baixo – a famosa ceroula.

3. Cardigan

O cardigan é ótimo para usar em ambientes internos. Mesmo com climatização, eu costumo sentir frio por um tempo até me acostumar com a nova temperatura.

4. Suéter

Perfeito para usar por baixo do casaco. Opte por tecidos de origem animal, como lã e cashmere, são mais quentinhos e permitem a transpiração do corpo. Por mais que sejam um pouco mais caros, estes tecidos duram muito mais e não perdem a beleza com o tempo, é difícil ver uma peça de cashmere cheia de bolinhas.

Mala de inverno para brasileiros | Blog Divirta-se Organizando

5. Casaco

Se possível, leve apenas um casaco. Antes de escolher, pesquise sobre o vento e quantidade de chuva do local, caso chova e vente muito, o casaco precisa ser impermeável e corta-vento. Não se preocupe em usar o mesmo casaco todos os dias, escolha uma cor neutra e troque os acessórios. Em ambientes fechados, você provavelmente vai tirar o casaco e os outros só vão ver o que está por baixo.

6. Cachecol

Essa parte é a que vai fazer diferença em fotos, trocando a cor do cachecol ou echarpe parece uma roupa completamente diferente. Se no destino venta bastante, evite cachecóis de lã com pontos largos, o vento passa pelos buraquinhos e quase congela o pescoço. Uma ideia legal para esses lugares é aquele cachecol tipo cobertor, bem grandão. Já se a temperatura for mais amena, um lenço ou echarpe é o suficiente para proteger do vento.

7. Gorro

Leve um de cor neutra e bem quentinho, de preferência de lã. Preste atenção se o gorro cobre as orelhas, os modelos tipo boina ou boné são bonitos mas nem sempre esquentam o suficiente. Eu gosto dos modelos de pompom, ficam lindos em fotos e combinam com praticamente qualquer roupa. Se você sente muito frio, um tapa-orelhas pode ser um bom acessório.

8. Bolsa (muito) leve

Quantas vezes já errei levando uma bolsa bonita, mas pesada. Com o peso do casaco e a quantidade de roupas por baixo, os ombros e já ficam muito carregados e à noite o corpo está todo dolorido. Sem contar que no frio sentimos muito mais cansaço e a energia parece ser drenada. Uma bolsa que vazia já é pesada não ajuda em nada, então esqueça couros muito espessos e aproveite para comprar uma bolsa em nylon, por exemplo.

9. Sapatos

Não há dica mais importante que esta: I-M-P-E-R-M-E-A-B-I-L-I-D-A-D-E. Sabe aquelas botas de pelinho? Dificilmente elas são impermeáveis, já me peguei com os pés completamente molhados em uma temperatura de 16 graus negativos. Imagine que quando tirei as botas ao ar livre, senti como se estivesse na frente de uma lareira de tão “quentinho” que estava do lado de fora. Dentro das botas deveria estar uns 30 graus negativos para eu me sentir assim.

Mala de inverno para brasileiros | Blog Divirta-se Organizando

10. Meias de lã

Para garantir a transpiração dos pés, use sempre meias de lã. Meias de algodão ou outros tecidos sintéticos retêm a umidade dentro dos sapatos, os pés ficam úmidos e a sensação é congelante. Não precisa levar muitos pares, as meias de lã podem ser usadas mais de uma vez ou lavadas ao longo da viagem.

11. Palmilhas de pele de carneiro

Esta é uma dica que poucos conhecem. Já sabemos que a lã é um dos melhores tecidos para o inverno, agora imagine pisar em uma palmilha fofinha o dia todo. Com a palmilha de pele de carneiro, as botas compradas no Brasil aguentam o tranco facilmente e ficam ainda mais confortáveis, mas não se esqueça de provar antes, talvez seja preciso comprar botas um tamanho maior.

O que mais você levaria para o inverno europeu? Comente aí embaixo.

Comments

comments

gostou? compartilhe!

deixe seu comentário a partir do nosso blog

Deixe uma resposta

você também vai gostar de: